quinta-feira, 11 de junho de 2015

Tristeza




O tempo que se esvai como água entre os dedos.
 Eu aqui nesse quarto, olhando para o nada, pensando em épocas distantes
 Se um dia fui feliz com você não me lembro 
As lembranças vem confusas, quem sabe um dia, talvez?
 Tantas coisas contaminaram nosso amor, coisas pequenas, ou grandes.
 Foram tantas que acabaram por sufocá-lo, matando pouco a pouco.
 Meu sorriso se transformou em lágrimas, meu contentamento em agonia
 Meus dias são cinzas, tentando me levantar,
 Me transportar para um mundo onde não exista dor,
 Onde eu possa descansar, sem sofrimento.
 Minhas esperanças se foram uma a uma, lentamente...
 Pouco me restou para que eu me agarrasse como um náufrago em uma tábua de salvação.
 Meu coração sangra.
 Há muita tristeza em meu olhar...
 Mas eu caminho firme em direção ao meu futuro
 Que é incerto, mas é a única certeza que tenho.
 O que será não sei, mas acredito no amanhã.

terça-feira, 27 de janeiro de 2015

Às vezes...



Às vezes é necessário excluir pessoas, apagar lembranças, jogar fora o que machuca, abandonar o que nos faz mal, se libertar de coisas que nos prendem.

Espere sempre o melhor, prepare-se para o pior e aceite o que vier.

Ouse, 
arrisque, 
não desista jamais e saiba valorizar quem te ama, esses sim merecem seu respeito.

Quanto ao resto...bom, ninguém precisou de resto pra ser feliz!

segunda-feira, 12 de janeiro de 2015



Eu carrego comigo uma caixa mágica onde eu guardo meus tesouros mais bonitos.
Tudo aquilo que eu aprendi com a vida, tudo o que eu ganhei com o tempo e que vento nenhum leva.
O pouco é muito pra mim.
O simples é que cabe nos meus dias.
Eu vivo de muitas saudades.
E quem se arrebenta de tanto existir, vive pra esbanjar sorrisos e flashes de eternidade.

quinta-feira, 8 de janeiro de 2015



Podem me tirar o sorriso por alguns intantes.
Talvez eu até derrame lágrimas muitas vezes,
Um pouco de melancolia por noites...
tristeza por momentos...
Mas tenho um coração indomável e arredio a tudo isso.
Na arte de ser feliz e amar, meu coração será sempre valente!

sexta-feira, 12 de setembro de 2014

Perseguindo o amor...



Temos a mania de achar que amor é algo que se busca. Buscamos o amor nos bares, buscamos o amor na internet, buscamos o amor na parada de ônibus.

Como num jogo de esconde-esconde, procuramos pelo amor que está oculto dentro das boates, nas salas de aula, nas plateias dos teatros. Ele certamente está por ali, você quase pode sentir seu cheiro, precisa apenas descobri-lo e agarrá-lo o mais rápido possível, pois só o amor constrói, só o amor salva, só o amor traz felicidade.

Há quem acredite que amor é medicamento. Pelo contrário. Se você está deprimido, histérico ou ansioso demais, o amor não se aproxima, e, caso o faça, vai frustrar sua expectativa, porque o amor quer ser recebido com saúde e leveza, ele não suporta a ideia de ser ingerido de quatro em quatro horas, como um antibiótico para combater as bactérias da solidão e da falta de auto-estima.

Você já ouviu muitas vezes alguém dizer: “Quando eu menos esperava, quando eu havia desistido de procurar, o amor apareceu”. Claro, o amor não é bobo, quer ser bem tratado, por isso escolhe as pessoas que, antes de tudo, tratam bem de si mesmas. O amor, ao contrário do que se pensa, não tem de vir antes de tudo. Antes de estabilizar a carreira profissional, antes de fazer amigos, de viajar pelo mundo, de curtir a vida.

Ele não é uma garantia de que, a partir de seu surgimento, tudo o mais dará certo. Queremos o amor como pré-requisito para o sucesso nos outros setores, quando, na verdade, o amor espera primeiro você ser feliz para só então surgir, sem máscara e sem fantasia. É esta a condição. É pegar ou largar. Para quem acha que isso é chantagem, arrisco-me a sair em defesa do amor: ser feliz é uma exigência razoável, e não é tarefa tão complicada.

Felizes são aqueles que aprendem a administrar seus conflitos, que aceitam suas oscilações de humor, que dão o melhor de si e não se auto-flagelam por causa dos erros que cometem.

Felicidade é serenidade. Não tem nada a ver com piscinas, carros e muito menos com príncipes encantados. O amor é o prêmio para quem relaxa.

As pessoas ficam procurando o amor como solução para todos os seus problemas quando, na realidade, o amor é a recompensa por você ter resolvido os seus problemas.

domingo, 4 de maio de 2014


Planto meu jardim e decoro minha alma
ao invés de esperar que alguém me traga flores...

segunda-feira, 24 de março de 2014




" Tô me afastando de tudo que me atrasa, me engana, me segura, me retém.
Tô me aproximando de tudo que me faz completo, me faz feliz e me quer bem.
Tô aproveitando tudo de bom que essa nossa vida tem.
Tô me dedicando de verdade para agradar um outro alguém.
Tô trazendo para perto de mim quem eu gosto e quem gosta de mim também.

Ultimamente eu só tô querendo ver o "bom" que todo mundo tem.
Relaxa, respira, se irritar é bom pra quem?
Supera, suporta, entenda: Isento de problemas eu não conheço ninguém.
Queira viver, viver melhor, viver sorrindo e até os cem.
Tô feliz, tô despreocupado, com a vida eu tô de bem."